Produtos relacionados
Pessoas associadas
Resumo
Boas práticas
Detalhes

Em suas pesquisas, o Forno Harmônico identificou uma série de contrastes no cenário cultural de São João del-Rei, como o grande número de artistas na cidade e região, em contraponto ao pequeno número de produtores, gestores e empreendedores culturais. São claros reflexos disso a baixa profissionalização no meio artístico e a alta concentração de artistas de qualidade nos semáforos. Assim como, o uso restrito e raro do Theatro Municipal pelos artistas da região e as adversas condições de trabalho dos músicos pelos bares da cidade.

 

Sabedores de que o déficit de profissionais capacitados para o trabalho com a arte traz transtornos à vida do artista. O Forno Harmônico aposta na capacitação e na colaboração, na criatividade e na solidariedade como vetores do desenvolvimento. A instituição transforma ideias em projetos, através de uma rede estratégica de compartilhamento de experiências e ofícios, um mecanismo inteligente de identificação de “conhecidências”, que gera renda criativa, inclusão social, cultural, digital e desenvolvimento social.

 

 

Suas ações seguem o princípio da Economia Criativa onde, segundo estudos da FIRJAN (2008) e UNCTAD (2010), para cada emprego gerado, há um efeito multiplicador para 4 outros empregos em segmentos relacionados ao setor. Este efeito poderia ser ainda maior, considerando que o setor informal não entra no cômputo. Além disso, a renda média dos trabalhadores formais do núcleo criativo é 44% superior à media da renda dos trabalhadores formais no Brasil e o núcleo dos setores criativos, com 63.373 empresas, corresponde a 1,86% do total de 3.403.448 empreendimentos no país.

A SEMEIA é uma semana de encontros e vivências que incentiva a criação, produção e circulação de bens artísticos e reflexivos em suas diversas vertentes, trazendo à tona os produtos materiais e imateriais que compõem a construção da arte espontânea em Minas Gerais, com ênfase na cidade de São João del-Rei e Região. Iremos promover uma série de capacitações artísticas e intervenções voltadas para uma ocupação das praças, bares, restaurantes, ruas, calçadas, teatros, museus e casas de espetáculo da cidade, trabalhando para que os artistas se conheçam, se reconheçam e sejam reconhecidos.